terça-feira, 24 de abril de 2012

Cuidado nunca é demais


Queridos leitores, as vezes acontecem coisas inesperadas nos hospitais e vou passar pra vocês algumas delas pra servir como um alerta certo?
Assim que meu filho nasceu, fez cirurgia e saiu da UTI, ele foi  para o quarto e deixaram ele numa incubadora, porque ele era muito pequeno e era mais aquecido pra ele ficar. A enfermeira da noite que ia ficar com ele, pediu pra mim ir pra casa porque eu estava já a dias com ele no hospital e como ele tinha ido pro quarto, estava bem e dormindo, ela disse pra mim ir descansar e no outro dia eu iria vê-lo. Eu não queria deixa-lo sozinho, mesmo ela falando que iria ficar ali o tempo todo, mas eu estava super cansada, dormir sentada num hospital vários dias não é nada agradável, a gente não consegue dormir direito e fica com sono o tempo todo.
Então resolvi ir pra casa, mas a cabeça e o coração estavam lá no hospital. Não via a hora de amanhecer pra pegar o primeiro ônibus para vê-lo.
Chegando lá e pra minha surpresa, a enfermeira não estava, tinha uma mãe dormindo do lado do filho dela, e a outra criança também sozinha. O meu filho estava todo vermelho, suado e chorando, sabe porquê? A enfermeira ligou o aquecedor da incubadora de noite, deve ter ido dormir e esqueceu ligado, ela não ficou ali pra controlar a temperatura e nem como havia dito que ficaria a noite toda com ele.
Eu chamei rápido alguém e nisso o médico dele chegou, desligou aquele aquecedor, e foi logo examiná-lo, em seguida chegou a enfermeira apavorada porque o médico mandou chama-la e xingou ela na frente de todos que estavam ali. Eu fiquei nervosa e tão arrependida de ter ido pra casa, mas graças a Deus não aconteceu nada de grave, mas eu não podia nem olhar pra enfermeira porque o meu filho a recém tinha saído da UTI e ela deixou acontecer aquilo... imaginem se eu demorasse mais um pouco pra ir vê-lo!!!
Outra vez ele era um pouco maior deveria ter uns 5 meses e só faltava largar o oxigênio pra ter alta do hospital, mas a mangueira que levava o oxigênio até ele escapou, e eu vi que ele ficou agitado, olhei pra traz do berço dele e a mangueira estava no chão, peguei rápido e coloquei no lugar, levei um susto, não fazia muito que ele tinha tomado banho e a enfermeira tinha arrumado tudo no berço dele. A mangueira não foi bem colocada por isso escapou. Resultado: ele ficou agitado tiveram que aumentar o oxigênio e ficou mais alguns dias internado.
Uma vez ele trocou de quarto, e a planilha dele simplesmente sumiu, acharam ela num outro quarto pendurado na cama de outra criança, imaginem se tivessem dado alguma medicação errada pra aquela criança ou pro meu filho também?
Quando eles vão para o hospital a gente tem que dizer todos os remédios que tomam de uso contínuo e se eles são alérgicos a alguma coisa. O meu é do látex, e sempre que tinha cirurgia eu tinha que avisar os médicos porque tem que ser trocado todo material cirúrgico da sala de cirurgia. É comum nos hospitais darem balões de presente pra criança brincar, o meu se pega um balão já começa a alergia, por isso quando pequeno, não deixava nem perto dele. Sempre fiquem atentos nas medicações que estão dando, é bom dar uma conferida, porque uma vez trouxeram uma medicação trocada pro meu filho, e se a gente não está ali na hora pra ver e reclamar, pode ser dado errado!
Como tudo na vida, tem enfermeiras e médicos super atenciosos e competentes mas nem todos são assim.                                                                                                                                                                                             
Por essas e outras ficou uma lição pra mim, por mais que as pessoas sejam boazinhas aparentemente, o filho é da gente, quem vai cuidar sem sair de perto e ficar com eles, somos nós e não os outros. Todo cuidado é pouco ainda mais quando eles estão a dias internados. Fica aí a dica ok!
Um abraço a todos! Preta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...