quarta-feira, 22 de agosto de 2012

O dilema do transporte continua...

Queridos leitores, eu e minha família, não temos tido uns dias muito legais por conta da volta de problemas com o setor de transporte. Vocês acreditam que por qualquer motivo, não vem ninguém pegar o meu filho pra levar pra escola. Uma hora é desculpa do micro adaptado estar com problema, outra hora é a desculpa que o motorista é novo e não achou o caminho, tem dias que esquecem o horário que ele sai da escola. O motorista que leva ele no micro adaptado as 7hs da manhã é sempre o mesmo, mas o que traz ele pra casa são motoristas novos, despreparados e uns não tem boa vontade em ajudar... Talvez vocês pensem assim, poxa a gente tem que relevar também porque pode ter acontecido alguma coisa, eles se atrasaram e não foi por mal e tal... Mas acontece pessoal que tudo na vida da gente se tem que ser responsável, tem horário. Por exemplo, meu filho entra na escola as 8hs, mas ele acorda as 6hs pra começar a se arrumar e tomar café antes do motorista chegar, porque são várias coisas a fazer antes dele ir sem contar as medicações que ele tem que fazer...
Também tem o tempo que ele fica na cadeira de rodas, a dele é uma cadeira comum, tem almofada mas não é tão confortável e as pernas dele ficam roxas por não circular o sangue direito. Por isso assim que ele chega em casa, já sai da cadeira pra colocar as pernas pra cima e descansar, mais um motivo pra pegarem ele no horário certo.
Se ele que é cadeirante cumpre seus horários e obrigações, porque que os outros não vão fazer o mesmo???

O meu filho já tinha se queixado do ajudante do motorista que pegou ele quinta-feira passada na escola e eu deixei passar, não reclamei, embora não tenha gostado, mas segunda-feira se repetiu a mesma coisa, ele colocou o meu filho de qualquer jeito no banco e nem ajudou ele com as pernas, quase derrubou ele no carro... e quando chegou em casa estava todo mal colocado na cadeira e com dor nas costas. Poxa gente, eu sempre avisei eles do desvio na coluna e que tinha que ter cuidado pra ele não sentir dor, porque não é brincadeira, o meu filho tem mielomeningocele como eu expliquei num vídeo que postei aqui no blog em uma das minhas primeiras postagens...
Quem não viu, por favor cliquem no link da página que tem um vídeo que irão entender como é as costas do meu filho, e porque falo tanto que precisa ter cuidado pra tirar e por ele na cadeira de rodas.

http://cadeirantegentecomoagente.blogspot.com.br/2012/04/o-que-e-mielomeningocele.html

Estou fazendo essa postagem como parte de compartilhar com vocês o que acontece com o meu filho... São coisas que nos deixam chateados, desanimados, mas só em compartilhar com todos já me sinto melhor em poder dividir isso com vocês que acompanham o meu blog.
Esse problema com o transporte tem nos dado muitas incomodações, meu filho tem chegado em casa irritado, diferente, chateado, enfim, tudo pela situação em si.
Eu e a direção da escola estamos numa luta a dias tentando resolver este problema, tanto da minha parte quanto da direção estamos cobrando do coordenador uma solução e a única coisa que conseguimos até agora é sermos enroladas com um monte de desculpas esfarrapadas e blá blá blá...
Então tentei falar com o Secretário da Educação mas não consegui, é só por agendamento com hora marcada, a diretora ligou para a ouvidoria da Sec. Educação e a única coisa que conseguiu foi que eles ligaram para o coordenador do setor de transporte e o mesmo ligou para a diretora sendo atrevido e se enchendo de razão ainda...
Meu filho mais velho,  foi pessoalmente no setor de transporte falar com o tal Coordenador, exigiu uma explicação por não irem levar o irmão na escola e agora pasmem com o que ele disse: Falou que tinha ordem oficial da Sec. da Educação pra não levar o Douglas para a escola se não fosse nos carros adaptados para cadeirantes, então o coordenador disse que como só tinha o micro adaptado disponivel para levar meu filho pra escola mas não tinha para trazer pra casa, então não viria" nenhum" transporte pegar o meu filho, e ele não poderia fazer nada!!! E que ainda faziam um favor de pegar ele na escola com os carros pequenos (que por sinal nós reclamamos vária vezes, por não ter lugar pra cadeira de rodas, ela vem toda apertada, de qualquer jeito e ainda se depende da boa vontade deles pra colocar meu filho no carro).

A vice-diretora da escola me deu a ideia de fazer uma reclamação do transporte no jornal da cidade, e resolvi fazer, esclareci direitinho tudo o que estamos passando com esse setor irresponsável e agora vamos esperar pra ver se vai adiantar alguma coisa.

Ontem consegui falar somente com a secretária do Secretário de educação, pedi uma solução pra ela porque meu filho não pode ser prejudicado pela má vontade das pessoas, assim como pela má administração daquele setor, e ela me garantiu que a partir de hoje tudo ia ser direito... e resultado: Não vieram pegar o meu filho de novo!!!

Gente eu não sei mais o que fazer, a única coisa que me resta é ir no Ministério Público porque se alguém souber como devo agir nesse caso dentro da lei,  por favor me digam! Estou indignada em saber que um coordenador de um setor faz o que quer e como quer... Ele não respeita o aluno cadeirante, a família, a direção da escola do meu filho e ainda se enche de razão.

Se alguém for Advogado(a) e estiver lendo essa postagem, por favor me orientem no que devo fazer. Eu vou consultar um Defensor público, mas sei que isso pode demorar e muito, e eu quero resolver isso o mais rápido possível pro meu filho não perder o ano escolar. Alguma solução tem que ter, ele tem direitos como pessoa com deficiência, como cidadão, e tá perdendo dias bons de ir na aula, por causa desse setor, porque já tem os dias de chuva, que ele não pode ir pelos problemas respiratórios, eu não sei o que fazer de verdade! Se alguém puder me ajudar a resolver isso, eu ficarei muito grata!

Um abraço a todos
Preta Simone


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...