segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Esse ano passou correndo...

Oi pessoal! Saudades do nosso cantinho! Esse ano passou rápido demais e não sobrou muito tempo para dar a atenção merecida para o blog e como meu filho estuda, entre outras coisas, tem sido uma correria em função disso, ainda mais que esse é o último ano do ensino médio, então vocês podem imaginar...
E falando dos estudos, ele vai bem graças a Deus, esse ano ele fez a prova do Enem mas não sabe se passou, sua intenção foi fazer a prova para tentar conseguir uma bolsa de estudos pra faculdade, mas se não conseguir, pretende fazer um curso técnico no ano que vem, assim fica se ocupando com alguma coisa e não ficará só em casa.

Uma coisa que queria comentar com vocês é que durante esse ano, foram oferecidas algumas vagas para cursos técnicos pros alunos do 3º ano, e cursos bons gente, mas quando ia fazer a inscrição do meu filho, acreditem, tinha que desistir, simplesmente porque as salas dos cursos não eram no térreo, tinham que subir escadas, ficando sem acesso para cadeirantes. Foram em três lugares diferentes, que aconteceu isso. Fiquei muito chateada e  indignada... Até quando vai ser isso? Será que pensam que porque são cadeirantes não tem a mesma capacidade dos outros? Não podem pensar nas pessoas com deficiência e no acesso que precisam pra também fazerem os cursos? Sei que essa vida é muito injusta as vezes e algumas pessoas completamente sem noção, infelizmente!

Agora espero conseguir uma escola com acesso, pra que meu filho não tenha que ficar dependendo dos outros... Tudo é assim, uma luta, tudo é com dificuldade pra conseguir e eu confesso que isso cansa... Tem coisas que não mudam, tem gente que já nasceu com má vontade, tem coisas que vemos, ouvimos e passamos que é difícil de acreditar... E diante de tudo isso, agradeço a Deus que meu filho esse ano encerra mais uma etapa nos estudos e isso me deixa muito feliz e orgulhosa dele, porque não foi fácil...

Agora vou começar a cuidar um pouco de mim, da minha saúde que tenho tido alguns problemas nesses últimos anos e não quero que se agrave nada... Acho que cumpri um pouco da minha parte como mãe, ajudando meu filho em tudo que precisou, mas descuidei da minha saúde, não dei importância pra ela, e agora aproveitando que meu filho não vai precisar mais de mim nos estudos, vou focar em mim um pouquinho! Por mim e por ele mesmo! Precisamos de saúde pra tudo, não é mesmo?

Meu filho tem tentado passar da cama pra cadeira e vice-versa, mas deu um mau jeito no ombro e teve que parar um pouco de tentar, mas espero que ele consiga logo, pelo bem dele mesmo, pra ter mais independência e de quebra, minha coluna vai ficar feliz também... rsrs

Bom pessoal, espero poder postar logo aqui no blog... No ano que vem, sei que vou ter mais tempo! Gosto muito desse nosso cantinho e de vocês também!

Fiquem com Deus! E continuem visitando o meu blog!
Abraços a todos, com muito carinho...
Preta

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Nem sempre tudo é bom e nem tudo é sempre ruim...

Olá gente! Tudo bem? Sei que ando sumida, mas pelo menos por enquanto, não tem como ser diferente. Mil coisas acontecendo, umas boas outras nem tanto, mas fazendo um resumo geral em relação a saúde do meu filho, ele tem estado bem, se posso dizer assim, pois não teve internação, não teve mais convulsões, não tem tido infecção urinária e isso tem sido bom demais!!! O que continua incomodando meu filho é o problema do intestino preso, gente que dificuldade isso, a barriga fica dura, ele fica com náuseas e até febre dá as vezes, eu tento cuidar a alimentação dele e seguir o que o médico diz, mas nem sempre dá certo. Ainda tem o problema que ele não gosta muito de frutas, principalmente de mamão que é muito bom pra quem tem esse problema.

Outra coisa que é diferente no meu filho é a temperatura do corpo dele, as vezes tá frio e ele tá com calor, e outras vezes é o contrário... Meio doido isso né gente, mas é verdade. As pernas dele, quase sempre estão frias, geladas... É muito raro as pernas e os pés do meu filho estarem quentes. Será que todos mielos e cadeirantes são assim?

Bom em relação aos estudos, está tudo bem, quanto a adolescência, vocês sabem que não é uma fase fácil, ainda mais para um jovem cadeirante, ele é meio tímido, meio fechado, mas gosta de ter amizades, gosta de conversar com os amigos e tem amadurecido um pouco em relação as pessoas, as decepções ensinam e todos nós passamos por isso, não é mesmo? Ele continua sendo um bom filho, sem rebeldias, sem reclamações, coisa que alguns filhos que tem uma vida muito melhor e mais fácil, fazem com seus pais. Espero que o meu nunca mude o jeito de ser comigo!

Eu como mãe converso muito com meu filho, procuro sempre alertá-lo das coisas e ajudar ele no que for preciso, nem sempre é fácil e quando algumas coisas me deixam triste, ou nervosa, eu corro pra Deus, sei que mesmo quando acontecem coisas que não são como eu esperava, eu posso até não entender, mas sei que Deus vê tudo e que posso confiar em Seus cuidados sem nenhuma dúvida!

Bem pessoal, por hoje é só queridos... Que Deus abençoe e cuide de todos que acompanham o meu blog!
Um abraço a todos!
Com muito carinho... Preta

terça-feira, 14 de julho de 2015

Estatuto da pessoa com deficiência, virou lei!

Queridos leitores, foi sancionado no dia 06 de julho, pela presidenta Dilma Rousseff o Estatuto da Pessoa com Deficiência, onde ela assinou a Lei Brasileira de Inclusão que tem uma série de direitos garantidos pela legislação...

O texto aprovado em junho pelo congresso Nacional, classifica o que é deficiência, prevê atendimento prioritário em órgãos públicos e dá ênfase às políticas públicas em áreas como educação, saúde, trabalho, infraestrutura, cultura e esporte para as pessoas com deficiência.

A Lei Brasileira de Inclusão cria por exemplo, o “auxílio-inclusão” que será pago a quem entrar no mercado de trabalho. As novas regras definem ainda pena criminal de um a três anos por atos de discriminação pelas pessoas com deficiência...

O projeto aprovado pelos senadores também permite que pessoas com deficiência intelectual casem legalmente, além de formarem união estável. O
projeto permite que Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) seja utilizado para a compra de órteses e próteses...

O texto também estabelece diversas cotas mínimas para deficientes: 3% de unidades habitacionais em programas públicos ou subsidiados com recursos públicos; 2% das vagas em estacionamentos; 10% dos carros das frotas de táxi devem ser adaptados; 5% dos carros de autoescolas e de locadoras de automóveis deverão estar adaptados para motoristas com deficiência; e 10% dos computadores de “Lan Houses” deverão ter recursos de acessibilidade para pessoa com deficiência visual.

A lei determina que 3% das casas fabricadas com recursos de programas do governo sejam acessíveis às pessoas com deficiência e que 10% das vagas em hotéis tenham acessibilidade garantida.

O ministro-chefe da Secretaria de Direitos Humanos, Pepe Vargas, defendeu que o estatuto seja implementado “na sua integralidade”. “Não é só responsabilidade da União, é dos estados, dos municípios e de toda a sociedade”, afirmou.
Ele também informou, que a lei sancionada pela presidente determina que as empresas que tiverem entre 100 e 200 funcionários deverão ter 2% dos trabalhadores formados por pessoas com deficiências; 3%, no caso de empresas entre 201 e 500 funcionários; 4% nas companhias com 501 a mil empregados; e 5% nas empresas com mais de mil funcionários.

“A Lei Brasileira de Inclusão é um passo a mais para fortalecer a nossa democracia. Com ela, nos comprometemos com o tratamento diferenciado que reconhece e respeita a diversidade, porque só assim alcançaremos a igualdade de oportunidades para todos”, acrescentou a presidenta.

**Bom pessoal, isto é sem dúvida, uma conquista super importante, lembrando que este projeto tramitava há 15 anos e somente agora, o congresso nacional aprovou o estatuto.
Aqui coloquei somente algumas partes do texto... É bom vocês lerem todo o estatuto para ficarem sabendo de tudo que virou lei e beneficia as pessoas com deficiência.


Fontes: G1, Portal Brasil...

Um abraço a todos
Com carinho...
Preta

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Convulsões - Causas, sintomas, recomendações

Convulsão é um distúrbio que se caracteriza pela contratura muscular involuntária de todo o corpo ou de parte dele, provocada por aumento excessivo da atividade elétrica em determinadas áreas cerebrais.

As convulsões podem ser de dois tipos:
Parciais, quando apenas uma parte do hemisfério cerebral é atingida por uma descarga de impulsos elétricos desorganizados.
Focais ou generalizadas, quando os dois hemisférios cerebrais são afetados.

Essas crises podem ser desencadeadas por algumas coisas, tais como:
Emoções intensas, exercícios vigorosos, determinados ruídos, músicas, odores ou luzes fortes podem funcionar como gatilhos das crises. Outras condições – febre alta, falta de sono, menstruação e estresse – também podem facilitar a instalação de convulsões, mas não são consideradas gatilhos.


Causas:

Em alguns casos, não é possível identificar a causa da convulsão. Nos outros, entre as causas prováveis, podemos destacar: 
1) febre alta em crianças com menos de cinco anos;
2) doenças como meningites, encefalites, tétano, tumores cerebrais, infecção pelo HIV, epilepsia, etc;
3) traumas cranianos;
4) abstinência após uso prolongado de álcool e de outras drogas, ou efeito colateral de alguns medicamentos;
5) distúrbios metabólicos, como hipoglicemia, diabetes, insuficiência renal, etc; 6) falta de oxigenação no cérebro.


Sinais e sintomas:

Os sinais e sintomas dependem do tipo de convulsão, da região do cérebro envolvida e da função que ela desempenha no organismo.

Nas convulsões parciais, podem ou não ocorrer  alterações do nível de consciência associadas a sintomas psíquicos e sensoriais, como movimentos involuntários em alguma parte do corpo, comprometimento das sensações de paladar, olfato, visão, audição e da fala, alucinações, vertigens, delírios...
Algumas vezes, essas manifestações são leves e podem ser atribuídas a problemas psiquiátricos.


Existem diversos tipos de convulsões generalizadas. Os dois mais frequentes são a crise de ausência, ou pequeno mal, e a convulsão tônico-clônica, ou grande mal.

No primeiro grupo, incluem-se as pessoas que durante alguns segundos, ficam com o olhar perdido, como se estivessem no mundo da lua, e não respondem quando chamadas. Quando a ausência dura mais de dez segundos, o paciente pode manifestar movimentos automáticos, como piscar de olhos e tremor dos lábios, por exemplo. Essas crises chegam a ser tão breves que às vezes, ele nem sequer se dá conta do que aconteceu.

Já as convulsões tônico-clônicas estão associadas à perda súbita da consciência. O quadro dura poucos minutos. Na fase tônica, todos os músculos dos braços, pernas e tronco ficam endurecidos, contraídos e estendidos e a face adquire coloração azulada. Em seguida, a pessoa entra na fase clônica e começa a sofrer contrações rítmicas, repetitivas e incontroláveis. Em ambas as situações, a saliva pode ser abundante e ficar espumosa. Mordida pelos dentes e a língua pode sangrar.

Para efeito de diagnóstico e tratamento, ajuda muito observar as seguintes características das convulsões:

a) Durante a crise: duração (marcar o tempo no relógio); se braços e pernas se contraem de um lado só ou dos dois lados; se olhos e boca ficam fechados ou abertos; se a cor da face se torna azulada. Se a pessoa responde aos chamados ou permanece inconsciente.

b)  Depois de as contrações musculares terem terminado: se a pessoa recupera a consciência ou permanece sonolenta; se fala e responde a perguntas; se lembra o que aconteceu; se a movimentação volta ao normal; se a dificuldade de movimentação se concentra de um lado só do corpo.

Além desses registros, os seguintes exames são recursos importantes para esclarecer as causas da convulsão e eleger o tratamento: eletroencefalograma, tomografia computadorizada e ressonância magnética do crânio, análise do líquor e videoeletroencefalograma.

Tratamento:

O risco de novas crises diminui nos pacientes com convulsões provocadas por álcool, drogas, pelo efeito colateral de alguns medicamentos e por distúrbios metabólicos, quando são retiradas essas substâncias ou corrigido o problema orgânico. Nos outros casos, existem vários medicamentos que devem ser indicados de acordo com o tipo de convulsão para evitar a recorrência e assegurar o controle das crises.

Recomendações diante de um quadro de convulsão:

* Deite a pessoa de lado para que não engasgue com a própria saliva ou vômito;
* Remova todos os objetos ao redor que ofereçam risco de machucá-la;
* Afrouxe-lhe as roupas;
* Erga o queixo para facilitar a passagem do ar;
* Não introduza nenhum objeto na boca nem tente puxar a língua para fora;
* Leve a pessoa a um serviço de saúde tão logo a convulsão tenha passado.

Observação importante:
Convulsão não é sinônimo de epilepsia. Epilepsia é uma doença específica, que predispõe a pessoa a convulsões, mesmo na ausência de problemas como febre alta, pancadas na cabeça, derrames ou tumores cerebrais.

Fonte: Dr. Drauzio Varella

Essas informações são bem úteis para todos, pois mesmo que não tenhamos algum familiar com esse quadro, saberemos com agir se alguém estiver tendo uma crise convulsiva pertinho da gente.


Abraços a todos...
Com carinho

Preta 

terça-feira, 14 de abril de 2015

O tempo passa e as preocupações aumentam...

Olá pessoal! Saudades de vocês e desse cantinho... Desculpem minha ausência, mas meu tempo tem sido curto mesmo, andaram acontecendo muitas coisas em relação a saúde do meu filho e na minha também, mas vou fazer o possível para ser mais presente no blog ok! 

Bom vocês devem lembrar que eu disse a vocês que meu filho depende de mim pra quase tudo ainda, mas ele teve alguns progressos gente... Por exemplo: De manhã na hora de se arrumar pra ir pra escola ele tem me ajudado bastante... Antes não conseguia nem colocar a roupa sozinho porque ele tem problema de equilíbrio, mas agora consegue! Ele também coloca o tênis sozinho coisa que antes, não conseguia. Parece pouco né gente, mas pra nós não é não! É um progresso mesmo, tudo que ele consegue fazer sozinho é bom demais. O processo é lento com meu filho, mas ele chega lá! Ele ainda tem dificuldades em outras coisas, entre elas, ainda não consegue passar pra cadeira de rodas sem ajuda. Mas tenho fé em Deus que ainda esse ano ele vai conseguir fazer mais coisas que são de grande importância pra independência do meu filho... Bom gente agora ele tem 17 anos e vou tentar expôr ele o menos possível, quero que com o tempo ele tome conta do blog, aí ele saberá como falar sobre algo pessoal do dia a dia dele com vocês, afinal foi por ele que criei este blog, para uma troca de experiências! Eu como mãe sempre tenho dúvidas de algumas coisas, então tento falar com amigos que são cadeirantes e pesquiso muito também na internet pra tirar minhas dúvidas sobre algumas coisas que não acho normal e não entendo!

Como disse no começo da postagem, tive alguns problemas relacionados a saúde do meu filho, ele teve algumas convulsões nesse período que não estive postando, e até agora não sabemos os motivos. Graças a Deus que foram convulsões mais leves, pois logo depois das crises, ele voltou a consciência rápido, mas sempre fico tensa com medo que dê nele convulsão mais grave como aquela que deu na escola no ano passado. Foram várias convulsões uma atrás da outra, e aquela sim, me deixou bem preocupada, principalmente porque depois que ele fez exames pra descobrir a causa, não deu nenhuma alteração, tanto é que nem a dosagem do remédio o neurologista dele quis aumentar. É difícil ficar sempre tensa, meu telefone fixo toca de manhã eu atendo rápido porque fico com medo que seja da escola e como ele teve outras convulsões em casa depois daquela grave, eu sempre fico preocupada, não adianta! Bom por esse motivo, minha próxima postagem será sobre isso, convulsões e se alguém tiver um filho (a) que também passa por isso, por favor me conte como é, como o filho de vocês ficam no momento que dá a convulsão, se eles perdem a consciência como o meu filho, o que o médico fala sobre isso e etc... Informação nunca é demais né gente, ainda mais quando se refere a saúde e é algo que ainda não sabemos a causa. Além disso tem outras questões que me preocupam, essa fase da adolescência, namoros e etc... Só sei que não tem sido  muito fácil lidar com tudo isso ao mesmo tempo, torço que pelo menos meu filho se mantenha com a saúde boa, que essas convulsões parem e que ele possa viver bem e feliz! Como todas as pessoas do bem merecem!

Por hoje é só amados! Até a próxima e fiquem todos com Deus!
Com carinho....
Preta 

domingo, 18 de janeiro de 2015

Dispositivo espinhal pode ajudar deficientes físicos a andar

Olá pessoal! Como esta é a nossa primeira postagem de 2015, quero começar desejando um Feliz e Abençoado Ano novo a todos vocês!
Também vamos começar com uma notícia bem bacana que li e passarei a vocês ok!

Um grupo de cientistas franceses criaram uma fita protética, equipada com eletrodos e esticada ao longo da medula espinhal.
O dispositivo foi chamado de "e-Dura", ele é eficiente pois imita o tecido mole que fica ao redor da espinha e assim o organismo não rejeita sua presença, diferente de outros que foram criados mas sem sucesso.

A prótese é maleável e consegue se adequar aos tecidos que revestem a espinha dorsal, evitando assim, desconforto ao paciente. 
Os ratos com paralisia que receberam o implante foram capazes de andar sozinhos em algumas semanas. Os pesquisadores acreditam que o dispositivo pode durar 10 anos em humanos, antes de precisar ser substituido.

Os cientistas esperam começar os testes clínicos nas pessoas nos próximos anos e eles acreditam também que esse dispositivo poderá ser usado em pacientes com epilepsia, mal de parkinson e com dores crônicas.

Então gente, tomara que seja um sucesso! Vamos torcer para que esses testes comecem o mais rápido possivel nas pessoas, que venha pro Brasil esse método e esteja ao alcance de todos que precisam! Pra Deus nada é impossível e nós não podemos perder a fé!

Até a próxima postagem... Fiquem com Deus
Abraços...
Preta

Fontes: G1, Exame

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...